TRE intensifica as atividades para realização de Seminário de Direito Eleitoral em 2018

O Plano Anual de Trabalho da Escola Judiciária Eleitoral prevê o investimento de mais de 200 mil voltados para a capacitação de profissionais e acadêmicos.

Ministro Henrique Neves durante Seminário de Direito Eleitoral no TRE-PA

 

Nesta terça (9), foi aprovado oPlano Anual de Trabalho da Escola Judiciária Eleitoral – EJE, para 2018. E este ano, o Seminário de Direito Eleitoral é totalmente voltado para as Eleições. Com a realização de palestras, painéis de debate e encontros, a EJE pretende garantir os direitos do cidadão brasileiro e assim promover e fortalecer a democracia.

Todas as atividades são gratuitas e voltadas para profissionais e acadêmicos da área do Direito. Na última edição do Seminário, realizada em 2016, no Hangar - Centro de Convenções da Amazônia, o evento reuniu centenas de pessoas.

Curso de Pós-Graduação em EAD

Outra atividade que ganha destaque dentro do Plano é a Pós-Graduação em Direito Eleitoral na modalidade EAD (Ensino a Distância). Esta oportunidade retorna ao calendário da EJE com o objetivo de incentivar a formação profissional, além de estimular e divulgar o interesse pelo Direito Eleitoral. Desta vez, magistrados e servidores do TRE poderão se candidatar às 50 vagas disponíveis. O curso terá duração de 14 meses, tendo início em março de 2018.

O Plano ainda prevê outras atividades de divulgação da Justiça Eleitoral como o ‘Programa Estudos Eleitorais’ que deve intensificar palestras e debates nos meses de março e maio; a Revista do TRE, uma publicação semestral, que apresenta as principais ações desenvolvidas pelo Tribunal, assim como os relatórios e bons resultados; e as visitas guiadas à Justiça Eleitoral com a participação maciça de jovens, desenvolvendo a formação do conhecimento do processo eleitoral aos jovens. 

Desde 2016, as ações desenvolvidas pelas Escolas Judiciárias Eleitorais de todas as regionais são acompanhadas pelo Tribunal Superior Eleitoral. Segundo Luciana Souza, coordenadora da Escola Judiciária Eleitoral, “esta é uma forma de nos incentivar a melhorar sempre. E nós, aqui do Pará, estamos sempre em busca de superar as expectativas”, destacou.

Eleitor Do Futuro

Neste sentido, ainda existe o Programa Eleitor do Futuro, que só no ano passado, atendeu 37 unidades entre escolas e instituições estaduais. No total, cerca de 10 mil pessoas participaram das atividades de orientação e compartilhamento de conhecimento quando ao processo eleitoral. “A cada ano a gente tem aumentado a assistência ao cidadão. Este número é muito positivo pra nós que estamos trabalhando na EJE, principalmente em véspera de ano eleitoral. Queremos alcançar cada vez mais jovens e adolescentes com o Programa Eleitor do Futuro”, disse Luciana Souza .

 

Últimas notícias postadas

Recentes