Representantes do município de Tracuateua visitam exposição no CCJE

A exposição conta com registros fotográficos dos festejos locais que acontecem em janeiro.

Representantes do município de Tracuateua visitam exposição no CCJE

 

Localizado a 183 quilômetros de distância de Belém e vizinho dos municípios de Bragança, Capanema e Quatipuru, o município de Tracuateua tem belezas incontáveis – rodeado por muitos igarapés – além de uma gama cultural gigantesca. Exemplo disso é a marujada de dois santos, festividade que acontece durante o mês de janeiro, reverenciando São Benedito e São Sebastião, que também é o padroeiro da cidade.

Na tarde da terça-feira, 11, o Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará (CCJE) recebeu representantes da Associação da Marujada de Tracuateua, além do vice-prefeito, José Bráulio da Costa, que vieram prestigiar a exposição “Marujada de Dois Santos”, que foi aberta no último dia 4 e traz os registros que os fotógrafos Ursula Bahia e Flávio Contente realizaram da festa.

Expressando sua gratidão, o vice-prefeito falou em nome do município. “Estou imensamente grato em ver nossa cultura local ser divulgada dessa forma tão bonita. Muitos grupos que fazem parte da marujada se mantêm com a própria força do seu trabalho, e sabemos que não é tão simples, por isso o TRE está de parabéns por oferecer esse espaço e manter viva e divulgar a nossa cultura”, disse o vice-prefeito.

“Hoje, mais do que nunca, nós cumprimos nosso papel social disseminando essa cultura tão rica. Manter esse espaço é um desafio, no entanto, somos sempre recompensados e isso é algo impagável. O centro espera sempre atrair não só os artistas da capital, mas também todos os que estão nos interiores”, falou Luciana Souza, Coordenadora do CCJE.

Para o fotografo Flávio Contente, idealizador do projeto da exposição que foi contemplada pelo edital aberto pelo CCJE, essa foi uma oportunidade única de divulgar esse festejo cultural tão peculiar. “A ideia sempre foi mostrar para as outras pessoas o município, cultura e a fé dessa localidade, bem como toda essa contextualização de cores que a marujada de Tracuateua traz, que é uma marujada bem diferente, por homenagear dois santos. Eu costumo dizer que essas fotografias não são nossas, são deles. A festa é deles. Nós apenas registramos. ”

Festejo

A festividade, de caráter religioso, inicia no dia 18 de janeiro e segue até o dia 21. Na ocasião os devotos decoram os mastros com flores, frutas e objetos doados pelos próprios promesseiros que buscam alguma graça. A programação é bem segmentada e cada santo recebe sua homenagem. O dia 19, por exemplo, é dedicado a São Benedito.

Os marujos trajam roupas brancas e uma fita vermelha amarrada no braço e as marujas vestem saias rodadas vermelhas, blusa branca, chapéu com plumas brancas e fitas coloridas, que dão ainda mais encanto e beleza à celebração.

Já o dia 20, que é dedicado a São Sebastião, que também é o padroeiro da cidade, as cores que predominam nas vestimentas são: azul e branco. Uma das peculiaridades da marujada do município é a grande participação de crianças em todos os momentos dos festejos. Prática esta incentivada pelos próprios familiares, com o intuito de preservar a cultura local.

Serviço

A exposição é aberta ao público e segue para visitação até o dia 27 de setembro, sempre de segunda a sexta-feira, de 8h às 15h, na galeria do CCJE, localizada na rua João Diogo, n° 254.

Últimas notícias postadas

Recentes