TRE do Pará desenvolve aplicativo de georreferenciamento para eleição 2018

Um dos benefícios do sistema é garantir o mapeamento das coordenadas geográficas de cada zona eleitoral.

georreferenciamento app

 

Com o intuito melhorar a logística utilizada nas eleições, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará elaborou um aplicativo de Georreferenciamento Eleitoral (GEO) que busca mapear as coordenadas geográficas das zonas eleitorais. O mapeamento é feito por meio de um formulário aplicado pela equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRE-PA, e dessa forma, consegue avaliar todas as demandas necessárias de cada zona, garantindo uma vistoria completa buscando entender a real necessidade de cada localidade. A iniciativa  faz parte das ações de implantação da Política de Desenvolvimento Colaborativo da Justiça Eleitoral e conta com o apoio do Tribunal Superior Eleitoral e o TRE do Acre.

Com a atualização desse formulário é possível pontuar, por exemplo, o quantitativo de seções necessárias para cada zona eleitoral, acessibilidade do local, infraestrutura e o sistema de conectividade. "Esse aplicativo nos permite ter acesso a maiores informações sobre cada zona. Nosso estado é muito peculiar, cada região tem sua singularidade, logo, mapear os locais de votação, facilita e impacta diretamente no processo de logística. No entanto, não adiante conhecer apenas a localização geográfica, é preciso também, vistoriar os locais de votação. É por meio da aplicação desse formulário que buscamos melhorar ainda mais os serviços oferecidos", explica Felipe Brito, Secretário de Tecnologia da Informação.

O aplicativo esta na última etapa do ciclo de desenvolvimento e, para aperfeiçoar o sistema, as equipes realizaram neste mês, uma vistoria técnica em São João de Pirabas. "A homologação do aplicativo em São João de Pirabas, nos permitiu conhecer a real situação em que o mesmo será utilizado. A visita nos forneceu elementos primordiais para implementar e melhorar a funcionalidade desse sistema que só seriam observados na visita local", diz Rosana Magalhães, Secretária de Tecnologia da Informação, do TRE do Acre.

As informações catalogadas pelo sistema serão disponibilizadas para os servidores do Tribunal e também para os eleitores. O sistema será utilizado pela Justiça Eleitoral para realizar vistorias, ter acesso ao georeferenciamento de todos os locais de votação, cartórios, postos de atendimentos e as mesas receptoras de justificativa.

"Essa é uma solução inovadora e garante maior agilidade. Com a disponibilidade de rede todas as informações são atualizadas nas bases de dados da Justiça Eleitoral. Foi uma iniciativa que partiu do próprio do TRE do Pará e tenho certeza que nós vamos colher bons frutos juntos", fala Luciano Bohnert, Chefe da Seção de Cadastro de eleitores e Gerente de Núcleo de Desenvolvimento Colaborativo do Projeto Georreferenciamento da Justiça Eleitoral.

O aplicativo segue em fase teste. A previsão é que em setembro todo eleitor possa ter acesso as informações coletadas em todo o Brasil.

 

Últimas notícias postadas

Recentes