Decano do TRE do Pará recebe homenagens em sessão de despedida.

Integrante mais antigo da Corte Eleitoral, o Juiz Altemar da Silva Paes concluiu sua atuação, ocorrida no decorrer do Biênio 2017-2019.

TRE-PA DESPEDIDA JUIZ ALTEMAR PAES

 

Última sessão que contou com a participação do juiz Altemar da Silva Paes como membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, a Sessão Plenária desta quarta-feira (19) foi marcada pela emoção da despedida do integrante mais antigo do TRE, que desde 2017 contribuiu para o bom debate do colegiado.

Membros da Corte Eleitoral, conduzida pelo Presidente do TRE, desembargador Roberto Moura, começaram a Sessão Administrativa com agradecimentos especiais ao colega. “Este Tribunal agradece todo o emprenho de Vossa Excelência durante o período em que permaneceu conosco. Desejo muita sorte na sua caminhada vindoura”, destacou o Presidente.

A Vice-Presidente e Corregedora do TRE, desembargadora Luzia Nadja e o juiz Alexandre Buchacra destacaram a cordialidade com que o homenageado compartilhou durante este tempo, bem como a sua importância para o engrandecimento dos debates nos julgamentos da Corte Eleitoral. “Colegiado é ter respeito pelo outro julgador, pelo seu entendimento, sem que isso, de alguma forma, venha alterar aquilo que já tem uma certa convicção. Eu nunca vi de sua parte qualquer desrespeito com qualquer pessoa. Até sua discordância é elegante”, destacou a desembargadora.   “Sempre muito atencioso, e acima de tudo, com extremo senso de justiça. Pode ter certeza que vossa excelência marcou a sua passagem nesta Justiça especializada e é um ponto de equilíbrio neste colegiado”, ressaltou o juiz Alexandre Buchacra.

Também integrante da Corte, a juíza Luzimara Costa Moura foi quem teve a honra de fazer a entrega oficial do livro de julgados ao Dr. Altemar da Silva Paes, um registro dos processos em que o magistrado atuou durante o Biênio, sem deixar de destacar que foi pela influência do magistrado que passou a ser torcedora do Clube do Remo, uma de suas paixões.

Advogado atuante no TRE do Pará há muitos anos, Sábato Megale Rossetti  pediu a palavra para falar para registrar, em nome da classe, os elogios e homenagens ao juiz Altemar Paes. “Em toda a sua passagem, participando de julgamentos polêmicos, simples, ele sempre manteve a mesma postura de um homem sereno, um professor mestre de gerações que sempre se manifestou firmado nas suas convicções, votando nas matérias que sempre deram grande notabilidade para essa corte. Aqui registro, a advocacia se sente no dever de reconhecer a reciprocidade com que o juiz, que hoje nos deixa, dispensou à advocacia”.

Após a manifestação dos colegas de bancada e da advocacia, o juiz Altemar Paes fez uso da palavra agradecendo a todos pelas homenagens e destacando que a Justiça Eleitoral “é uma escola em que a gente aprende, principalmente pela qualidade dos debates com os colegas e do uso da tribuna pelos advogados. E aqui nesta casa me senti um verdadeiro magistrado, e quero agradecer a todos, especialmente aos servidores, que foram da mais alta qualificação.”

Esta não é a primeira vez que o juiz Altemar Paes integrou a Justiça Eleitoral do Pará. Em 2006 atuou como Juiz Eleitoral da 98ª Zona Eleitoral. No ano seguinte, assumiu o Biênio 2007-2009 como titular da 1ª Zona Eleitoral. Também foi membro suplente durante o Biênio 2014-2016.

No próximo dia 25 de junho assumirá como membro efetivo o juiz Álvaro José Norat de Vasconcelos, que atualmente atua como membro substituto do TRE do Pará.

Últimas notícias postadas

Recentes