CCJE lança exposição com temática do Círio de Nossa Senhora de Nazaré

Peças em miriti fazem parte da exposição “Círio – Achado, Trajetória e Devoção”.

Peças em miriti fazem parte da exposição “Círio – Achado, Trajetória e Devoção”.

 

Durante o mês de outubro a capital paraense ganha ainda mais encantos. O mês em que se celebra a maior procissão católica do mundo – o círio de Nazaré – traz a Belém um clima mais amoroso e que ultrapassa os dogmas religiosos, tornando-se uma grande celebração de fé que independe de crenças religiosas. Seguindo essa temática, o Centro Cultural da Justiça Eleitoral do Pará (CCJE) lançou a exposição “Círio – Achado, Trajetória e Devoção”. O evento aconteceu na manhã da quinta-feira, 03, na galeria do CCJE.

Peças de miriti, montadas de força cronológicas, contam o círio desde o encontro da imagem de nossa senhora pelo caboclo Plácido, até a procissão atual, com chegada na basílica de Nazaré. O evento foi aberto pelo diretor geral – Osmar Frota, que ressaltou a importância do CCJE como espaço que visa fomentar a cultura local. “É com muito carinho que vejo todo trabalho desenvolvido pelo CCJE. Todos da equipe, abraçam de forma muito afetuosa, as ações. A pesar de não ter nascido aqui já me sinto paraense. Durante esse mês a cidade se transforma, as pessoas se transformam e demonstram seus melhores sentimentos. Hoje é um dia muito especial, porque além dessa exposição belíssima, temos também o lançamento do cd do nosso servidor Clayton Ataíde e isso mostra que o centro abre espaço para todos. ”

A exposição conta com peças em miriti confeccionadas pelos próprios servidores nas oficinas realizadas na sede do tribunal, além das instalações que fazem parte do Museu do Círio. “É com muita satisfação que participo dessa atividade cultural aqui no CCJE. Dessa forma, a gente só vem somar com a cultura do nosso estado. Essa exposição é fruto de uma parceria de ideias nossa com o centro cultural”, disse Emanuel Franco, curador da exposição.

Música

Durante o evento também aconteceu, de forma simultânea, o lançamento do cd “Novo Tempo de Cantar”, com canções Marianas, do servidor Clayton Ataíde. “A intenção é complementar esse momento tão bonito. Essa é a primeira vez que vou mostrar as canções desse cd em público, e poder fazer isso aqui, no meu trabalho, com a minha família presente, é um momento único para mim. É uma honra viver este momento” falou Clayton.

A Coordenadora da Escola Judiciária Eleitoral, responsável pelo centro cultural, Luciana Sousa, ressaltou a importância do trabalho que vem sendo desenvolvido com os artistas locais e também com os servidores que possuem habilidades artísticas. “É sempre bom lembrar que esse espaço, que já é muito utilizado por nossos artistas locais, também pode e deve ser ocupado por nossos servidores. Esse é um momento de confraternização que reflete de forma direta no nosso dia a dia e no ambiente de trabalho. Oportunidades assim nos fazem crescer de forma profissional e também pessoal. ”

Exposição

A exposição contou com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Unimed e do Sindicato do Trabalhadores do Poder Judiciário (Sindjuf). Quem tiver interesse em visitar basta comparecer ao centro cultural das 8h às 15h. A entrada é gratuita e a visitação segue até o dia 25 de outubro. CCJE fica localizado na rua João Diogo, n° 288.

Últimas notícias postadas

Recentes