TRE quer ouvir a sociedade para revisão do Planejamento Estratégico

A consulta pública está aberta até o dia 25 na internet com o objetivo de ouvir o cidadão na definição da missão, visão e dos valores do Tribunal

A consulta pública está aberta até o dia 25 na internet com o objetivo de ouvir o cidadão na def...

O gabinete do Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral do Pará está conduzindo uma consulta pública voltada para a escuta das demandas da sociedade sobre a atuação da Justiça Eleitoral no Pará.

 

O trabalho será feito em consonância com o cronograma nacional definido pela Resolução CNJ nº 325, de 29 de junho de 2020. A consulta pública é o primeiro passo em direção à revisão da estratégia nacional. De acordo com a norma, os órgãos do Poder Judiciário deverão alinhar seus respectivos planos estratégicos até o dia 30 de junho de 2021.

O chefe de Gabinete de Planejamento Estratégico, Sandro Borges, afirma que “o Planejamento Estratégico é o processo de elaboração da estratégia de uma organização e de fazer uma projeção de longo prazo, isto é, como ela deseja estar daqui a alguns anos”, explica.

A consulta ficará disponível até o dia 25 de março e possibilitará a participação de mesários, estudantes, advogados e entidades de classe de modo geral.

Borges explica ainda que “o Poder Judiciário brasileiro tem um planejamento que é alinhado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O planejamento do TRE Pará se baseia, é alinhado, ao planejamento do Judiciário Brasileiro, no caso, da Justiça Eleitoral, que é feito pelo Tribunal Superior Eleitoral.

 

Consulta-O formulário é simples e em apenas 10 minutos é possível concluir a pesquisa. Para participar, basta responder o formulário disponível aqui.

Segundo Borges, a partir das informações que a sociedade encaminhar ao TRE do Pará, junto com as estratégias do CNJ, o corpo diretivo do Regional vai avaliar as informações e traçar suas estratégias de como o órgão vai focar seus esforços, o seu trabalho nos próximos seis anos, de 2021 a 2026.

Quem pode participar da Consulta pública? Todo o cidadão deve participar. “Se você é eleitor, mesário, advogado, se foi candidato, político. Qualquer pessoa que se relacione conosco em qualquer papel, nós queremos ouvir a opinião para entender como podemos atuar, enquanto instituição. Eleitor não obrigatório, que são os jovens de 16 anos e idosos com mais de 70 anos, também podem participar da pesquisa”, afirma Borges.

Neste momento o Regional do Pará está na fase de atualização e renovação do Planejamento Estratégico. O TRE Pará fará um ampla divulgação e outra, mais específica, direcionada aos partidos políticos, OAB, universidades e todos que são clientes da Justiça Eleitoral do Pará.

Últimas notícias postadas

Recentes