TRE do Pará garante a confiabilidade das urnas eletrônicas

Auditoria das urnas eletrônicas ocorrer no decorrer do dia do pleito.

Auditoria das urnas eletrônicas ocorrer no decorrer do dia do pleito.

Até sexta-feira, 13, véspera das Eleições, 9 mil cédulas serão preenchidas manualmente no Pará, com a colaboração de entidades e da própria população, para que sejam usadas durante a Auditoria de Funcionamento das Urnas Eletrônicas 2020. Esta é uma ação realizada em todo o Brasil, por todos os tribunais regionais eleitorais, para demonstrar o correto funcionamento da captação e da apuração dos votos nas urnas.

 

A auditoria ocorre no mesmo dia e hora da votação, ou seja, no dia 15 de novembro, das 7h às 17h, na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE/PA), em Belém. Ela é um evento aberto a todos que queiram acompanhá-la e conta também com a participação de representantes de partidos políticos, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral, entre outros órgãos.

 

No sábado, 14, às 9h, ocorrerá evento oficial e aberto ao público para sortear as quatro urnas eletrônicas, sendo uma de Belém e três de outros municípios, que serão usadas na auditoria. Elas serão retiradas do local de votação e levadas para a sede do TRE/PA. As 9 mil cédulas preenchidas pela população são usadas como base para os participantes da auditoria digitarem esses votos e verificarem a eficácia e idoneidade do equipamento.

 

“A urna eletrônica já está inserida nas eleições brasileiras há aproximadamente 20 anos, e detém credibilidade nacional e internacional. A auditoria da votação eletrônica é mais um meio de auditagem e  fiscalização do processo eleitoral brasileiro”, afirma o presidente da Comissão de Auditoria 2020, o juiz Edmar Silva Pereira, integrante do TRE do Pará. Ele destaca que a primeira e principal forma de garantir essa segurança é realizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), um ano antes de cada Eleição, com a realização do Teste Público de Segurança.

 

“O TSE convoca pessoas, inclusive de forma pública, para fazerem a fiscalização, detectarem alguma irregularidade da urna eletrônica brasileira. Até o dia de hoje, nunca foi encontrada nenhuma irregularidade. O que se denota é a presença de pessoas que vão agregando mais elementos para melhoria da urna eletrônica a cada eleição, seja geral ou municipal”, afirma o juiz.

 

A grande vantagem dessa auditoria é que se consegue demonstrar de forma clara e transparente, para eleitores sem conhecimentos específicos em tecnologia, a segurança da votação na urna eletrônica. Todos os passos da auditoria são filmados e, depois de finalizada a apuração, é feita a comparação do resultado da votação revelado pelo participante, com o resultado registrado no Boletim de Urna.

 

CÉDULAS

 

A Comissão de Auditoria 2020 do TRE/PA tem percorrido diversos locais para que a participação da sociedade seja ampla no preenchimento das cédulas, também dando oportunidade para que as pessoas entendam como é realizada esta auditoria. A comissão já contou com colaborações nos municípios de Acará e Barcarena, além da sede da OAB e do 21º Grupamento do Corpo de Bombeiros, em Belém.

 

“Nós recebemos o pedido do TRE e nos disponibilizamos em colaborar com esse processo, que é para dar aquela certeza de que a urna eleitoral é confiável, para ajudar no processo democrático”, comenta o Comandante do 21º Grupamento do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Ednaldo Rabelo. Mais de 80 militares ajudaram a preencher as cédulas, simulando seu voto para as eleições municipais.

 

Cada participante recebe um bloco com 15 cédulas para preencher e até pessoas que passam em frente aos Bombeiros foram convidadas a colaborar, como foi o caso da comerciária Andreia Miranda, 43. Ela comenta que este é um momento em que todos devem exercer sua cidadania. “É importante até pelo momento que nós estamos vivendo, em meio a uma pandemia, com tantos problemas sociais. A gente precisa mais do que nunca de saúde, educação, e esse é o momento realmente de usar o voto”, diz ela.

 

APLICATIVOS OFICIAIS

 

Dentro do cenário de uma eleição histórica, cercada pelos cuidados contra a Covid-19, o juiz afirma que a expectativa dos órgãos que trabalham em torno do pleito é de que ele seja tranquilo e respeitoso. Outra forma da população colaborar para o bom andamento das eleições este ano é baixando os dois aplicativos oficiais da Justiça Eleitoral: o “Pardal”, que recebe denúncias de propaganda irregulares ou crimes eleitorais; e o “E-Título”, que reúne as informações oficiais de cada eleitor, sendo usado no lugar do título de papel.

 

SERVIÇO

 

Auditoria de Funcionamento das Urnas Eletrônicas (Votação Paralela) 2020

Sorteio das urnas: Sábado, 14, às 9h.

Auditoria: Domingo, 15, das 7h às 17h.

Onde: 3º andar do TRE/PA (R. João Diogo, 288 - Campina)

Acesso: Aberto ao público.

 

 

 

Últimas notícias postadas

Recentes