TRE participa do Primeiro Encontro Regional do Coptrel

A presidente do TRE do Pará, desembargadora Luzia Nadja, apresentou propostas ao Colegiado.


A presidente do TRE do Pará, desembargadora Luzia Nadja, apresentou propostas ao Colegiado.

 

Os presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais da Região Norte participaram na tarde da quinta-feira, 08, do Primeiro Encontro Virtual Regional do Coptrel - Colegiado dos Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais. O evento foi conduzido pelo novo Presidente do Coptrel, desembargador Leonardo Cupello, do TRE de Roraima. Na abertura do Encontro, o presidente solicitou a todos um minuto de silêncio pelas vítimas do coronavírus no país.

Cupello afirmou que a decisão de realizar encontros regionais tem a intenção de buscar sempre o aprimoramento da Justiça Eleitoral. “Iniciamos os Encontros Regionais do Coptrel pela minha região Norte e depois iremos pelo Nordeste, Sul, Sudeste e assim sucessivamente. É com essa ideia do regionalismo democrático que podemos aperfeiçoar ainda mais a Justiça Eleitoral”, afirmou, com entusiasmo.

Os temas apresentados durante o evento foram: eleições na Região Norte, desafios, superações e perspectivas para as Eleições 2022, com foco nas dificuldades enfrentadas pelos estados do norte, diante de suas características peculiares.

A desembargadora do TRE do Pará, Luzia Nadja Guimarães Nascimento, apresentou ao Colegiado três propostas, entre elas: a criação de um Grupo de Trabalho dos Regionais da região Norte e que foi acatada pelo presidente. “O Grupo de Trabalho deve fazer um levantamento das características próprias de cada estado da Região Norte, tendo como prioridade a retenção de talentos, visto que um dos problemas que enfrentamos é a alta rotatividade dos servidores”, explicou.

O diretor geral do TRE do Pará, Felipe Brito, complementou a explanação da presidente, falando sobre a proposta da compra dos equipamentos Bgans para transmissão satelital dos dados das eleições em tempo real para o Tribunal Superior Eleitoral. “O uso dos Bgans e a tecnologia da informação são práticas executadas ao longo dos anos que dão confiabilidade ao processo eleitoral”, disse Brito.

Ao final do Encontro, o presidente do Coptrel definiu que o Grupo de Trabalho será formado pelos diretores gerais de cada regional e que no prazo de 30 dias eles devem elaborar uma carta proposta com sugestões ao Colegiado. Segundo o presidente, é fundamental que o Grupo de Trabalho da Região Norte e das outras regiões elabore sua carta com propostas, que deve ser apresentada na Assembleia Geral do Coptrel ainda neste semestre.

Cupello terminou o evento afirmando que o Colegiado dos Presidentes do Tribunais Regionais Eleitorais vem se aperfeiçoando ao longo dos anos. “Queremos uma Justiça Eleitoral consolidada, trabalhando juntamente com o nosso Colegiado que foi criado em 1995, com objetivo de trazer soluções mais rápidas para ter nossos objetivos atingidos. Hoje foi um momento grandioso de extremo aprendizado e discussão”, finalizou.

Participaram do Primeiro Encontro Virtual do Coptrel da Região Norte, os desembargadores Leonardo Cuppelo, do TRE de Roraima; Luzia Nadja Guimarães Nascimento do TRE Pará; Wellington Araújo, do TRE do Amazonas; Denise Bonfim, do TRE do Acre; e Marcos Alaor Diniz, do TRE de Rondônia. O presidente do TRE do Rio Grande do Sul, André Luiz Vilarinho, participou na função de secretário geral do Coptrel.

Últimas notícias postadas

Recentes